Câmara de Vereadores de Barra Velha: Maurício de Simas alerta sobre condições precárias de sítio que


Animais de estimação e até mesmo cavalos e vacas alojados em uma condição que oferece poucas condições de tratamento e que chama atenção pela precariedade. Assim está o sítio da moradora de Medeiros que se dedica há anos a cuidar de animais abandonados, mas que precisa do apoio da comunidade manter todo o trabalho. As condições precárias foram alvo de alerta feito pelo vereador Maurício de Simas (PSD) no último dia 7 de março, o qual demonstrou preocupação com a situação após uma visita informal ao Poder Judiciário, no qual a juíza Nayana Scherer pediu atenção dos parlamentares para o caso. “As imagens são feias. Cães doentes, com feridas, é deprimente”, destacou ele. “A juíza foi mostrando as fotos, e os cães lá com pernas todas comidas, só no osso, muitas doenças”, frisou Maurício. Para o vereador, a sociedade deve juntar-se à Prefeitura para apoiar aquele espaço. Maurício lembra que o sítio não é público, e por isso, a Prefeitura não pode investir diretamente nele. Mesmo assim, a atual administração municipal está em fase de licitação da renovação da compra da ração destinada aos animais. Nos anos anteriores, uma organização não-governamental foi articulada para apoiar a moradora Sirlei, proprietária do espaço, mas a entidade acabou não sendo viabilizada, e problemas de prestação de contas desse grupo de voluntários, as subvenções da Prefeitura não foram em frente. Até 2016, o Município mantinha 2.500 quilos de ração por mês. A expectativa atual da Secretaria de Agricultura e Pesca é renovar a licitação para garantir a manutenção dessa alimentação. Até 2016, foram castradas 50 fêmeas – atualmente o sítio conta com cerca de 240 animais. A Agropecuária Rosa, colaboradora da causa, promove eventos animais de defesa dos direitos dos animais, e numa parceria, patrocinou outras 20 castrações. Mas há ainda cerca de 100 fêmeas para serem castradas. O empresário Oilton Ferretti, da Parada Ferretti, também é outro colaborador da causa. Seu empreendimento, em Itajuba, possui estação de tratamento de dejetos, e a Prefeitura prepara uma parceria para recolher as fezes dos animais do sítio, que serão gratuitamente tratados nessa estação, às margens da BR-101, em Itajuba. Abandono é crime Mas mesmo com todas essas iniciativas, o vereador Maurício frisa que é preciso avançar. “Não podemos deixar esse sítio como está. Tem que haver uma mobilização de todos por uma questão humanitária”, destaca ele. E o parlamentar faz também um apelo para que não se registrem mais abandonos de animais no local. Segundo o parlamentar, pessoas continuam achando que o espaço é para abandonar cães ou gatos. “Isso não pode acontecer. Só aumenta o problema lá já existente”, finaliza. Vale ressaltar que abandono de animais é crime.

Câmara de Vereadores Assessoria de Comunicação Fone (47) 99921.4527 ou 3446.7800, ramal 808


 © Copyright 2005 - 2020  redebv.com