Fundema autoriza realização de projeto de pesquisa no Parque Natural Municipal Caminho do Peabiru


O presidente da Fundação do Meio Ambiente em Barra Velha, Leandro Haupt, autorizou nesta segunda-feira, 17, a realização de um projeto de pesquisa que visa abordar a importância da dispersão de sementes de guanandi por morcegos no Parque Natural Municipal Caminho do Peabiru.

A iniciativa é do engenheiro agrônomo Marcos Zaleski de Matos que pretende observar a quantidade de morcegos presente na árvore, acompanhar a atividade alimentar destes animais e a permanência deles no local. No período entre os meses de abril e junho (época de frutificação do guanandi) uma equipe técnica fará saídas quinzenais para observação.

Os resultados da pesquisa vão esclarecer funções ecológicas importantes, pois o guanandi está na lista de risco de extinção no estado de Santa Catarina e os morcegos exercem papel fundamental na regeneração de espécies arbóreas, já que são capazes de dispersar sementes de grande porte, depositando-as em condições viáveis a geminação. Além disso, os dados coletados vão contribuir para a elaboração do Plano de Manejo do Parque que está em desenvolvimento.


 © Copyright 2005 - 2020  redebv.com