CHUVAS DE 10 DE ABRIL DE 2013, MACRODRENAGEM?


Estamos à poucos dias, de completarmos 03 anos, do que pode ser considerado o maior desastre natural de Barra Velha. Em 10 de abril de 2013, o município foi atingido por chuvas torrenciais de forte intensidade, que deixaram mais de 5000 desalojados e cerca de 50 desabrigados.

A época, trabalhando numa força tarefa por alguns dias, junto com diversos funcionários do município, podemos recolher uma série de dados que entendia serem muito importantes, para que no futuro, fosse identificado e catalogado os locais com vulnerabilidade, especialmente, com a possibilidade de usar tais dados para estabelecer prioridades de aplicação de recursos em questões pluviais.

Estes dados serveriam ainda para apoiar um futuro projeto de MACRODRENAGEM. Macrodrenagem - é a retirada do excesso de água do solo, acumulada em áreas relativamente grandes, a nível distrital ou de micro bacia hidrográfica. A falta dessa prática pode ocasionar enchentes.

Dias após passado o desastre, comecei a entrar em contato com empresas para orçar um projeto completo que abrangesse toda a cidade e suas particularidades, já que entendia que as soluções pontuais, resolvendo pequenos problemas pontuais, não estava resolvendo o problema na velocidade do crescimento da cidade.

Ciente ainda de que o levantamento de recursos junto ao governo federal e estadual depende deste projeto, já que sem o mesmo pronto continuaremos a resolver problemas pontuais e de certa forma improvisada.

Chegamos a valores na época que variavam, mas eram algo em torno de 700.000,00 para o projeto. Tudo isso foi levantando e encaminhado à administração, que não deu andamento a contratação.

Infelizmente o tempo vai passando e apesar de soluções pontuais, a aparência é que os problemas estão piorando, e estão mesmo, já que cada vez mais à cidade, sem um planejamento hídrico decente, tem se desenvolvido, e as construções, aterros, aberturas de ruas, pavimentações, etc. tem mudado o curso das águas e impermeabilizado o solo.

Quando penso em saneamento básico como prioridade, esta incluído neste conceito o escoamento das águas pluviais (chuvas) já que saneamento básico inclui o abastecimento de água potável, o esgoto sanitário, a limpeza urbana, o manejo de resíduos sólidos e drenagem das águas pluviais. Este é o conjunto de serviços de infraestruturas e instalações operacionais que vão melhorar a vida da comunidade.

Desta forma. A concessão do saneamento básico a CASAN, que não tem interesse em investir em drenagem de longo prazo e o absoluto desinteresse do poder público, que até o presente momento, tem tambem o mesmo desinteresse de investir a longo prazo na solução dos problemas de drenagem, estes vão continuar a afetar a população e infelizmente tendem a piorar.

Vejo com tristeza o afastamento do governo, das prioridades que defendi, em dados momentos a maquiagem da cidade se tornou mais importante que as necessidades mais prementes.

Muito tem que se fazer e só uma mudança drástica de rumos vai alterar esta realidade, muitos não entendem as minhas posições, mas continuo a entender que só planejamento a longo prazo, vai colocar a cidade em seus trilhos, temos que retomar a administração de nossos recursos e planejar melhor nosso futuro.

#fábiobrugnago

 © Copyright 2005 - 2020  redebv.com