Itajaí: Campanha de combate a dengue


Profissionais da Secretaria de Saúde atuaram no Centro, Fazenda, São João, São Vicente e Cordeiros A conscientização e o pedido de apoio à comunidade para que seja parceira na eliminação dos focos do mosquito Aedes aëgypti foram o foco do Dia Nacional de Combate à Dengue, que movimentou o centro e mais quatro bairros de Itajaí neste sábado (21). Milhares de moradores foram abordados nas panfletagens educativas.

Na Rua Hercílio Luz, em frente à Casa da Cultura Dide Brandão, entre 08 e 13 horas, o Núcleo de Controle de Zoonoses levou a casa-modelo, onde o morador verificou o que não deve ter em seu imóvel para auxiliar no combate à dengue. Destaque para lixo espalhado no quintal, pneu, garrafa destampada. No local, dois manequins apresentavam os uniformes do Agente de Endemias, que visita diariamente as casas para as vistorias, e do técnico que faz a aplicação do inseticida que combate o mosquito vivo. Além disso, profissionais do Núcleo de Controle de Zoonoses também forneceram orientações e panfletos informativos para a população.

E, em cinco pontos da cidade, das 10 às 13 horas, servidores da Secretaria de Saúde fizeram panfletagem educativa com distribuição de informativos e adesivos junto aos semáforos nos seguintes locais: bairro São João – no cruzamento das ruas Pedro Rangel e José Pereira Liberato; bairro São Vicente – cruzamento da Avenida Campos Novos com Rua Nilson Edson dos Santos; bairro Cordeiros – Avenida Reinaldo Schmithausen, no semáforo da Liquigas; bairro Fazenda – Avenida Sete de Setembro, no semáforo do Supermercado Xande; e no Centro – na Rua Silva, no semáforo do Colégio São José.

A ação deste sábado foi o complemento da mobilização realizada na sexta-feira (20), pelas secretarias de Saúde, Educação e Desenvolvimento Social e que totalizou mais de 20 atividades em nove regiões do município. “Estamos há 12 semanas sem registro de casos mas não podemos relaxar, pois o verão está chegando e precisamos eliminar os focos do mosquito, a única forma de evitar uma nova epidemia na cidade”, finaliza o secretário de Saúde, Osvaldo Gern.


 © Copyright 2005 - 2020  redebv.com