EXCLUSIVO: Entrevista com Fábio Brugnago, que deixou o PP para ingressar no PSD


O vice prefeito de Barra Velha surpreendeu o meio político de Barra Velha ao anunciar está semana o seu ingresso ao PSD partido que foi seu adversário nas últimas eleições municipais. Em entrevista exclusiva ao

Barravelhense Fábio Brugnago explicou os motivos que o levaram a mudar de partido.

Confira a entrevista:

Barravelhense - Você surgiu na política através do Partido Progressista. Qual é o sentimento em ter que deixar a sigla?

Fábio Brugnago - Bom dia, tenho a convicção de ter bem representado o partido durante 07 anos como filiado, colecionei amigos dentro do PP e vou mantê-los, pois não mudei de personalidade e acredito que a equipe do PP entende a decisão que tomei e caso alguém não entenda, estou à disposição para conversar.

Barravelhense - Quais os motivos que levaram você a tomar a decisão de mudar de partido?

Fábio Brugnago - Estou em um momento diferente do que estava a 07 anos atrás e havia decisões a serem tomadas e alguns rumos divergiram, a começar pela política nacional, que infelizmente me envergonhou e pegou a todos de surpresa dentro do PP. Tive que tomar uma decisão e tomei, após muito conversar com amigos e familiares.

Barravelhense - Ficou alguma magoa em relação a forma com que você foi exposto publicamente pela direção do partido?

Fábio Brugnago - Não há mágoa alguma, o PP foi intimado a tomar uma decisão e tomou da forma como lhe conveio e eu tomei a minha, espero contar com meus amigos sempre.

Barravelhense - Qual a sua avaliação da classe política de Barra Velha e qual a auto crítica que você faz como político inserido nesse contexto?

Fábio Brugnago - Estamos em um momento de renovação nacional, a nossa democracia é muito jovem e as pessoas ainda não compreendem exatamente o seu papel dentro da política e por consequência na democracia.

Acreditam que a política é algo sujo e banal, que não vale a pena participar, mas esquecem que as suas vidas são conectadas as decisões diárias efetuadas dentro das assembleias, câmaras, prefeituras, etc..

Enquanto não se compreender que é necessário participar e não apenas julgar, os maus políticos vão conquistar o espaço e o resultado é o que se vê diariamente, escândalos e mais escândalos, enquanto a população indignada fica assistindo passiva, não compreendendo que a culpa também é de quem se omite.

Entrei na política para ocupar um espaço e para não se desviar da minha trajetória, mantenho isso a todo custo, mesmo sendo perseguido, ameaçado, desaforado, etc.. entendo que isso ocorre por sempre deixar claro as minhas convicções, o que não é muito normal na política.

Como auto crítica entendo que precisaria de mais tempo e de mais conhecimento, além daquele que já tive naturalmente até agora com a experiência familiar, com os estudos, etc.., o conhecimento venho aperfeiçoando com a experiência diária, somente o tempo me decepciona, já que infelizmente não consegui dobrá-lo e isto limita as minhas ações positivas em prol da cidade.

ELEIÇÕES 2016

Barravelhense - Você como pré candidato do PSD já demonstrou que tem a simpatia do PMDB. O PMDB esteve ao lado do PSD nas últimas eleições municipais e faz parte da base aliada do governo Raimundo Colombo que agora é do seu partido, como você receberá o apoio do PMDB caso ele aconteça?

Fábio Brugnago - A simpatia se conquista com respeito as pessoas e principalmente ao passado, acredito que cada um a seu tempo e modo contribuíram para chegar onde estamos, prezo por não desmerecer as pessoas ou partidos, é algo intrínseco a minha personalidade e forma de ser da minha família, espero contar com o PMDB e muitas outras forças políticas e também com as pessoas que confiam em meu trabalho independente de partido.

Barravelhense - O PT é outro partido simpático a sua candidatura que no momento está apoiando e fazendo parte do governo Matias. Você pretende buscar o apoio do PT para compor a coligação nas próximas eleições?

Fábio Brugnago - Espero contar com uma aliança ampla e todos serão bem vindos, desde que estejam preparados para somar a cidade e não aos próprios interesses.

GESTÃO

Barravelhense - Barra Velha continua refém da falta de Planejamento Estratégico e Orçamento Participativo, que foram prometidos em campanha eleitoral, mas não foram colocados em pratica. Qual o compromisso que você assumirá, se eleito for, em relação a essas duas ferramentas de gestão pública?

Fábio Brugnago - A administração pública precisa aprofundar instrumentos que coloquem as decisões mais próximas da população, já que a prioridade do executivo muitas vezes não é da população.

Todos os instrumentos que vierem a compor neste sentido serão bem vindos, há outros que podem ser colocados em prática e que ainda engatinham como os conselhos municipais, etc..

Barravelhense - Qual a sua avaliação sobre a gestão do prefeito Claudemir Matias?E como você agirá em relação ao governo agora fazendo parte do partido de oposição?

Fábio Brugnago - O Prefeito Matias está desenvolvendo o trabalho dentro de seus ideais e de suas metas, tenho divergências com relação a prioridades e a forma de se administrar, entendo que deveria haver mais participação popular e mais participação do gestor na organização interna, mas cabe a ele decidir estas questões e deve se respeitar a pessoa do prefeito, assim como sempre tive respeito por todos os que passaram pela administração pública.

Com relação a minha atuação como vice-prefeito, até o momento que me for possível, continuo exercendo o papel que constitucionalmente me foi designado, entendo que não tenho poder de decisão, mas continuo a atender as pessoas, sempre tentando levar as suas necessidades ao conhecimento dos gestores municipais para que se consiga soluções aos problemas apresentados.

Não pretendo fazer oposição para se destacar na política, como sempre ocorreu no passado, já que a cidade de Barra Velha não merece a perda de credibilidade que isso impõe junto a mídia regional e estadual e ao pensamento generalizado, de que a política de Barra Velha é uma bagunça, já passamos desse tempo e não quero mais isso para a minha cidade.

A minha oposição é sempre com relação as ideias, que entendo deveriam ser pensadas ou executadas de forma diferente, exponho as minhas opiniões, sempre procurando fundamenta-las, não sou melhor do que ninguém, mas não exponho a minha opinião sem que se reflita e principalmente sejam ouvidos os interessados.

Barravelhense - Você continua achando o Complexo Turístico Lagoa de Barra uma obra importante para o desenvolvimento do turismo na região? Porque esse projeto ainda não saiu do papel?

Fábio Brugnago - É a maior obra turística que o município pode desenvolver, mas não é prioridade dos governos até então.

O que está faltando é o entendimento de que o desenvolvimento turístico traz o progresso no resto da cidade e estamos até o momento na mão inversa, fazendo somente o ‘picadinho’ e esquecendo das grandes obras, que são o diferencial e trazem os demais investimentos, inclusive os privados, desenvolvendo e urbanizando a cidade como um todo.

Barravelhense - A obra de abertura e fixação da foz do rio Itapocu está paralisada. Como você analisa essa paralisação e o que pode ser realmente feito para que a obra recomece?

Fábio Brugnago - Já conversei com deputados estaduais e federais, no momento, o principal é a licença ambiental e o projeto, até onde tenho conhecimento, ambos pendem de atualização.

Após a licença e eventuais adaptações ao projetos, será possível o repasse de recursos federais ou estaduais.

Mas no meu ver, o município têm capacidade de fazer o investimento por conta própria, está faltando priorizar a obra, lógico que se conseguir aporte financeiro, os recursos do município serão aplicados em outras áreas, mas até o momento pagamos um preço alto pelo atraso da obra, que já poderia ter retornado muitas vezes (o investimento) se o município tivesse lá atrás executado a obra com suas próprias forças.

Barravelhense - O espaço está a disposição para suas considerações finais?

Fábio Brugnago - Quero deixar claro que sou mais um pré-candidato entre tantos que se apresentam, somente no PSD temos 03, é com maior respeito a todos que deixei meu nome à disposição, se houver interesse da agremiação política, poderei vir a ser candidato, mas a decisão final não é minha é de uma equipe, se não for o candidato, continuo trabalhando.

Estou feliz com o encaminhamento antecipado proposto pelo partido, já que deixamos claro aos eleitores qual rumo tomaremos, sendo que o PSD terá candidato a prefeito nas próximas eleições, partido só cresce com candidatos e estou junto para somar.

Quero agradecer a todos os eleitores que depositaram a confiança nestas 02 (duas) eleições que passei e dizer que sou a mesma pessoa de sempre, que está à disposição para atender e conversar com qualquer pessoa, não importando a filiação partidária, assim como sempre o fiz.

Se tiver a oportunidade de representar o partido para a disputa majoritária continuarei honrando a cidade de Barra Velha e a população terá a oportunidade de escolher o que é melhor para a cidade.

Obrigado ao Site Barravelhense pela oportunidade.


 © Copyright 2005 - 2020  redebv.com