2º Festival de Ópera de Joinville


O presidente da Sociedade Harmonia-Lyra, Álvaro Cauduro, afirma que a ideia é trabalhar a formação de talentos joinvilenses. “Neste ano, conseguimos dar ainda mais espaço para artistas e técnicos daqui. Este é um papel da Harmonia-Lyra: desenvolver talentos e, futuramente, encenar uma ópera só com joinvilenses, como já se fazia no passado”, destaca. Alvaro lembra que é primeira vez em muitos anos que Joinville recebe uma montagem de ópera tão completa, com figurinos e adereços, orquestra e solistas. “A última vez que se tem notícia de uma montagem de ópera desta dimensão foi há mais de 80 anos, neste mesmo salão nobre da Harmonia-Lyra”, conta Álvaro. Os ingressos estão à venda pelo TicketCenter, com valores entre R$ 30 e R$ 100, no site https://www.ticketcenter.com.br, ou na MyTarget Idiomas. Para garantir a apresentação de “Madama Butterfly” a preços acessíveis, a Harmonia-Lyra buscou novamente, com sucesso, patrocínios da iniciativa privada. A ópera “Madama Butterfly”, de Giacomo Puccini, retrata uma história que se passa na cidade japonesa de Nagasaki, na primeira década do século 20. O comandante da Marinha americana, Pinkerton, casa-se com a gueixa japonesa Butterfly, mas retorna sozinho aos Estados Unidos, onde se casa com Kate. Butterfly aguarda o retorno de seu amado, e fica sabendo três anos depois que ele está chegando. Mesmo retornando a Nagasaki, Pinkerton não pretende reencontrar Butterfly, até saber que ela tem um filho dele. A ópera estreou em 1904, no teatro Alla Scala de Milão, e atualmente é uma das mais conhecidas e executadas peças do gênero no mundo. Personagens e intérpretes: Butterfly (Cio-cio-san) – Masami Ganev, soprano Pinkerton – Paulo Mandarino, tenor Suzuki – Luciana Bueno, mezzo-soprano Cônsul Sharpless – Douglas Hahn, barítono Goro – Rubens Rosa, tenor Bonzo – Cristiano Damasceno, baixo Kate Pinkerton – Karla Huch, soprano Comissário imperial – Eduardo Campos, barítono Matheus Alborghetti – piano Alessandro Sangiorgi – regência e direção musical Walter Neiva – direção cênica José Beirão – figurino. Patrocinadores da Ópera Madama Butterfly: - Tigre - Instituto Carlos Roberto Hansen - CDL - Sindilojas - Dr. Marcio Grave - Cedap - CDCV - Selbetti - Hospital Dona Helena - Döhler - Schulz - Incorporadora e Construtora Veja - Henz Engenharia - Unisociesc - Martinelli - Hacasa - Ciser - Gidion - Unimed Joinville - Unicred - CHO - Renaux Tecidos


 © Copyright 2005 - 2020  redebv.com